O discreto discurso de Bolsonaro em Davos

Discurso de Bolsonaro em Davos

Discurso de Bolsonaro em Davos

O mercado financeiro reagiu negativamente ao discurso de Bolsonaro em Davos, particularmente por causa da discrição em relação à reforma da previdência.

A Bolsa caiu 1% e o dólar que recuava, passou a subir, chegando perto dos R$ 3,80. Às 16h05, a moeda americana ganhava 0,82%, a R$ 3,7910.

A mim, pareceu que ele queria dar seu recado e passar a responsabilidade para Paulo Guedes e Sérgio Moro, nos painéis.

Particularmente, também senti uma falta de determinação com relação à reforma da previdência.

Não obstante ter sido um discurso curto e objetivo, falando de tudo o que sua platéia queria ouvir, foi muito breve, sem entrar em detalhes.

Se resumiu a falar da abertura econômica, que seu governo não terá viés ideológico, sobre como o Brasil deve incentivar o agronegócio levando em consideração o meio ambiente, além de destacar que pretende diminuir a carga tributária do país.

Falou também do Mercosul e o fim da era da esquerda na América do Sul.

Particularmente ainda tive outra decepção, quando falou que o Brasil estaria em consonância com o resto do mundo, no que se refere à emissão de CO2, embora seja politicamente correta sua afirmação, naquele meio.

Acho também que falhou ao repetir na entrevista que se seguiu, tudo o que houvera dito no discurso, perdendo a oportunidade de detalhar os objetivos do seu governo.

Enfim, deu o se recado e como dizia minha avó, quem muito fala muito erra.

Deixe um comentário

Você pode usar essas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>